De Volta para o Futuro do Copywriting!

Olha, vou tentar segurar a empolgação. Mas o tema do texto de hoje é DE VOLTA PARA O FUTURO! Na verdade, não: o tema deste texto é narrativa e a obra-prima de Robert Zemekis vai nos ajudar a entender sobre o quanto SABER CONTAR UMA HISTÓRIA é relevante – para o copywriting, mas pra vida também.

Agora, se os meus cálculos estiverem corretos, quando esse bebê atingir 88 milhas por hora… você irá ver coisas bem estranhas.

Bom, vamos começar do início: De Volta para o Futuro (1985) conta a história de Martin McFly, um adolescente de 17 anos que é acidentalmente enviado 30 anos para o passado (!) por um cientista maluco e sua máquina do tempo improvisada.

Se você nunca assistiu a este filme, pare esse texto JÁ e vá assistir! Tem na Netflix, tá? Sem desculpas.

Nós somos saudosistas e amamos um bom clássico, mas a verdade é que De Volta para o Futuro é notável por seu roteiro, brilhantemente estruturado e que nos ensina muita coisa sobre a tal da narrativa, algo tão importante dentro do universo da comunicação.

Sobre narrativa

Antes de mais nada, vamos falar sobre narrativa, certo? Narrativa nada mais é do que a forma que o autor escolhe para contar uma história/ narrar um acontecimento.

Existem, naturalmente, muitos jeitos de contar uma história: você pode faze-lo por imagens, por sons, pela escrita, verbalmente e por aí vai. Nada impede que você some mais de um jeito, também.

Quando bem-feita, a narrativa é um fio condutor, que leva quem consome o seu conteúdo pelo caminho que você deseja que ele vá. Quando é ruim, destrói boas histórias e rapidamente faz com que as pessoas percam o interesse no que você está tentando lhes dizer.

Quando falamos em narrativa na comunicação, especialmente dentro do universo do Inbound Marketing, uma palavra tem aparecido com bastante frequência: o copywriting.

Salvem o relógio da torre!

Copywriting é uma técnica de escrita persuasiva utilizada para guiar o consumidor para algum lugar. Diferentemente da redação publicitária, o copywriting pede, necessariamente, uma atitude de quem consome esse conteúdo.

A redação publicitária também vende, obviamente, mas o copywriting PERSUADE, ENVOLVE o leitor (se for um texto escrito, no caso).

Esse termo não é novo não, viu? Comunicadores sempre utilizaram essa técnica e um texto ficou especialmente famoso em 1975 – a poderosa carta de vendas do The Wall Street Jornal (saiba mais sobre ela clicando aqui).

Em De Volta para o Futuro, o relógio da torre é um dos elementos que amarra toda a trama. O relógio, em si, é quase irrelevante na construção da narrativa, mas sem ele nada faria tanto sentido.

O Copywriting também tem um relógio (não um, mas vários): os gatilhos! Utilizar-se de gatilhos mentais são a chave para conduzir o indivíduo pelo seu conteúdo, levando-o a agir. Se você não conhece esse recurso, vamos enumerar alguns aqui:

-Gatilho da escassez;

-Gatilho da urgência;

-Gatilho da novidade;

-Gatilho da prova social;

-Gatilho da autoridade

Existem MUITOS gatilhos mentais que podem ser utilizados para incrementar a sua copy e ajuda-la a cumprir seu papel, mas não vamos nos estender muito aqui (tem bastante material online para te ajudar a entender melhor sobre esse tópico).

TÁ. Mas afinal, o que De Volta para o Futuro pode me ensinar sobre isso tudo?

Então:

O filme te bombardeia com gatilhos mentais sem que você nem perceba, o tempo todo. Logo no começo, você é desperto pelo gatilho da novidade: na primeira cena, acompanhamos Mcfly receber uma empolgante ligação de Dr. Emmet Brown, com muitos pedidos incomuns, que o levam a descobrir uma MÁQUINA DO TEMPO. UAU.

Nem eu, nem você e nem McFly entendem direito o que isso significa naquele momento, o que desperta a curiosidade no espectador.

O autor também utiliza um recurso chamado set up/pay off: essa técnica te “apresenta” informações logo de início, que serão explicadas ao longo da narrativa, servindo a um propósito final. Quem viu ao filme, sabe: isso acontece o tempo todo!

Plot twists também estão presentes em peso durante a trama! Esse recurso narrativo também é muito utilizado em comerciais de tv, por exemplo.

Palmas, senhoras e senhores!

A narrativa de De Volta para o Futuro é tão bem construída que a história se sobressaiu em meio a muitos outros filmes que falavam sobre viagem no tempo feitos anteriormente (e depois também!).

Até hoje, as pessoas amam o filme e o defendem com unhas e dentes por um motivo principal: elas foram completamente embaladas pelo roteiro do longa. Palmas para a construção narrativa!

Copywriting, De Volta para o Futuro, Narrativa

Contato

(19) 3849-4812
(19) 99166-6732
semeia@semeiapropaganda.com.br

Onde estamos

Av. Joaquim Alves Correia, 4839 - Valinhos - SP
(19) 99166-6732
Fale conosco